Login

Nosso Blog

Tudo sobre laudo médico: o que você precisa saber

Laudo médico - médico avaliando exame e escrevendo laudo
Precisando reduzir custos do seu hospital? Conheça nossos laudos a distância!

A emissão de laudo médico é uma das principais atividades de grande parte das clínicas médicas e consultórios atualmente. 

Esse documento possui inúmeras utilidades em diversas áreas, de modo que é fundamental não apenas saber como elaborá-los ou interpreta-los, como também é necessário investir em um sistema de qualidade que possibilite esse procedimento.

Confira este conteúdo sobre laudo médico para te ajudar a entender melhor o que é esse documento, para que serve e como interpretar.

Acompanhe!

O que é e para que é usado o laudo médico?

Laudo médico é um documento que descreve todos os achados encontrados e informações complementares em um exame, bem como a avaliação e as recomendações do profissional executante. 

Basicamente, trata-se de um relatório completo onde o médico descreve em termos técnicos o resultado de sua avaliação, exames ou sobre o resumo clínico que busca caracterizar a situação do paciente para determinados fins.

Portanto, este documento possui caráter legal, de modo que acompanha requisitos importantes para caracterizar como laudo médico, sendo o carimbo ou assinatura do especialista e padrões de estruturação. Além disso, o laudo médico deve apresentar o maior número de detalhes possíveis.

Afinal, o médico especialista estará assinando e atestando um relatório, dando sua garantia como profissional da medicina. Assim, fraudes e laudos médicos falsos podem trazer sérias consequências para o médico previstas em lei, como crime no artigo 302 do Código Penal

Qual a diferença entre laudo médico e atestado médico?

É comum que algumas pessoas confundam o conceito de laudo médico e atestado médico. Afinal, ambos são documentos emitidos pelos profissionais diante de uma consulta ou exame.

No entanto, existem diferenças entre os dois tipos de documentos expedidos pelos profissionais.

Quando falamos em atestado médico, nos referimos a um documento específico fornecido exclusivamente por um médico, sendo clínico geral ou especialista. 

Esse tipo de documento fornece informações claras sobre a condição de saúde do paciente em um momento específico, geralmente utilizado para justificar ausência no trabalho devido a doença. Ou seja, os atestados médicos possuem caráter mais trabalhista.

Enquanto o laudo médico é um relatório bem redigido e detalhado do quadro clínico ou da doença do paciente, e inclui resultados de exames e conclusões de especialistas. 

Todas essas informações são sigilosas e pessoais, devendo ser protegidas pela Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

Quem pode fazer a emissão de um laudo médico?

Como o próprio nome já diz, o laudo médico só pode ser emitido por um profissional médico, no entanto, é importante seguir as exigências do Conselho Federal de Medicina (CFM), que determina que o laudo médico só pode ser assinado por profissionais especialistas na área do exame.

O que deve conter em um laudo médico?

O Conselho Federal de Medicina traz algumas recomendações de laudo médico e informações que devem constar no documento. Confira abaixo quais são elas:

  • Nome do paciente;
  • Informações pertinentes do paciente (idade, por exemplo);
  • Motivo da solicitação do exame;
  • Nome da clínica e médico solicitante do exame;
  • Técnica utilizada para o exame;
  • Descrições detalhadas do exame;
  • Possível diagnóstico;
  • Os dados do RT da instituição no rodapé.

Para reunir todas essas informações, é importante contar com um prontuário eletrônico. Afinal, nessa ferramenta, é possível encontrar todo o histórico do paciente. 

Quais são os tipos de laudos médicos?

Atualmente, existem quatro tipos de laudos médicos, que podem ser solicitados de acordo com a situação, confira abaixo.

Laudo médico com CID

CID é uma sigla usada para a Classificação Internacional de Doenças feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS) referente a classe do problema de saúde do paciente.

Recomenda-se que o médico mantenha o sigilo quanto ao conhecimento de agravos à saúde do seu paciente, salvo em casos de justa causa e os de notificação compulsória.

Entretanto, conforme a Resolução n.º 1658, de 19 de dezembro de 2002, caso solicitado pelo paciente ou por seu representante legal mediante autorização expressa com assinatura, o médico poderá incluir o diagnóstico codificado (CID) ou não em atestado e laudos.

Laudo médico ocupacional

O laudo médico ocupacional solicitando para que um médico avalie se a pessoa possui condições ou não para desempenhar suas atividades profissionais.

Laudo médico pericial judicial

Um juiz pode pedir a um médico para realizar uma consulta ou exame em uma pessoa como parte de uma investigação relacionada a um problema que requer intervenção judicial.

Laudo médico para PCD

Pessoas com deficiência (PcDs) necessitam de laudos médicos que confirmam suas deficiências. Os médicos conduzem consultas e exames para identificar o código CID e incluí-lo no laudo.

Laudo médico tem validade?

Os laudos médicos têm validade de até 90 dias para o INSS, enquanto a Justiça brasileira costuma considerar a validade de até 180 dias.

Como funciona o laudo médico a distância?

O avanço tecnológico na medicina trouxe um crescimento exponencial para a saúde. Um exemplo é a telemedicina e a telerradiologia, que se tornaram cada vez mais utilizadas durante a pandemia de COVID-19 e após.

Essas tecnologias beneficiam tanto clínicas médicas quanto pacientes, facilitando a troca de informações de forma rápida e segura.

Ao emitir laudos médicos a distância, todo processo de análise, interpretação, conclusão e liberação do laudo é igual ao formato presencial, no entanto, só muda a forma de fazer a assinatura eletrônica. 

Confira: Laudo a distância: como ele pode facilitar os plantões?

Além disso, os laudos digitais oferecem benefícios como melhor legibilidade, organização das informações e otimização dos processos. Também reduzem a necessidade de escrever um documento manualmente, o que pode ser de difícil leitura e impedir a compreensão. 

Os laudos onlines ainda geram agilidade na entrega de documentos ao paciente, o que é especialmente interessante em casos emergenciais. Assim, a clínica pode emiti-los no mesmo dia do resultado do exame.

Complemente a sua leitura: Como otimizar o tempo de entrega dos laudos radiológicos

Assinatura digital dos laudos médicos

A assinatura digital é uma técnica que utiliza criptografia para garantir segurança e autenticidade em documentos digitais. 

A assinatura digital deve ser certificada pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil modelo A3, cartão ou token). Para solicitá-la, o médico deve realizar um pedido junto ao seu Conselho Regional de Medicina.

Assim, o laudo médico à distância é digitalmente assinado e possui a mesma validade legal. Além disso, acaba sendo praticamente impossível forjar um laudo médico assinado digitalmente, o que garante sua legitimidade. 

Saiba mais detalhes: Assinatura digital nos laudos online: como funciona?

Situações que comprometem a qualidade do laudo médico

Laudo-medico-medico-assinando-laudo-2

Uma vez que o laudo médico é um documento oficial, como mencionado ao longo desse conteúdo, é importante que ele tenha um padrão de qualidade e de conformidade.

Mas existem alguns fatores que podem comprometer a excelência do documento e os profissionais devem ficar atentos para eles. Dentre os quais, podemos destacar:

  • Despreparo profissional: Caso o profissional não seja um especialista na área, o mesmo pode comprometer a veracidade do laudo.
  • A falta de estrutura adequada: Pode comprometer a qualidade de um laudo médico, incluindo os equipamentos utilizados nos exames presentes no laudo. Uma vez que equipamentos antigos ou sem manutenção podem resultar em resultados imprecisos ou incorretos.
  • Emissão de laudo desatualizado: Para que o laudo seja válido é necessário que ele possua informações atualizadas. Os resultados dos exames podem mudar com o tempo e a informação do laudo pode não ser mais confiável.
  • Não aderir a assinatura digital: Por fim, o laudo médico só passa a ser válido com a assinatura do especialista, que atesta as informações comprometendo-se profissionalmente. No entanto, novas medidas de segurança exigem certos procedimentos que tornam os documentos mais garantidos e autênticos, como é o caso da assinatura digital.

Conclusão

A importância do laudo médico se estende para além da área da saúde, sendo um documento essencial em diversos procedimentos e momentos da vida.

Além disso, um documento de qualidade pode auxiliar no tratamento e na condição dos pacientes bem como da sua saúde, de modo que é essencial garantir a excelência em sua elaboração.

Atualmente, muitas clínicas e serviços de saúde podem contar com uma grande demanda de laudos e, seguir com modelos tradicionais pode comprometer o padrão do serviço e a agilidade na entrega. Nesse caso, contar com a ajuda da tecnologia na medicina é uma das melhores alternativas.  

Hoje é possível contar a terceirização da emissão de laudos, como é o caso da telerradiologia para os serviços de imagem. 

Conheça mais: Telerradiologia: qual o seu papel na medicina moderna

A VX. Telerradiologia disponibiliza de um corpo clínico formado por profissionais qualificados e especializados em suas áreas de atuação, o que garante emissões de laudos com base nos mais novos estudos disponibilizados na literatura médica, aliado a tecnologias de ponta.

Compartilhe:

Fale com um especialista e reduza custos do seu hospital.

A VX Medical Innovation oferece laudos de subespecialistas mesmo em locais distantes dos grandes centros urbanos, agilize o diagnóstico com laudos em até 2 horas e reduza os custos operacionais e otimize processos internos. Vamos conversar.
plugins premium WordPress