Login

Nosso Blog

Mamografia Digital: detecção precoce e principais vantagens

Instantâneo de mamografia digital de seios de uma paciente do sexo feminino no monitor
Precisando reduzir custos do seu hospital? Conheça nossos laudos a distância!

Sabe-se que a mamografia digital é um exame indicado para diagnosticar o câncer de mama. O câncer de mama é uma doença que acomete cerca de 28% das mulheres em todo o mundo. No Brasil, estima-se que 58 mil mulheres sejam diagnosticadas com a doença todos os anos.

Apesar disso, é possível curar 98% dos casos se diagnosticarmos essa doença em estágio inicial.

Neste artigo, apresentaremos informações sobre o que é e como realizar a mamografia digital. Acompanhem!

O que é mamografia digital?

Paciente é submetida a um procedimento de triagem para uma mamografia digital

A mamografia digital nada mais é do que uma versão modernizada  da mamografia convencional, em que se utilizavam filmes e produtos químicos para revelação das imagens contidas, para então se realizar o diagnóstico.

Em suma, os profissionais realizam o exame da mesma maneira que o exame convencional. Assim sendo, trata-se de um raio-x das mamas, a fim de identificar possíveis anormalidades no corpo da paciente.

Entenda como funciona o exame de raio-x, leia aqui.

De uma maneira geral, o exame convencional é realizado a partir da compressão das mamas nos sentidos vertical e horizontal, uma por vez, em um aparelho apropriado. Entretanto, a mamografia digital é mais ágil e menos incômoda para a paciente.

Tradicionalmente, existe uma cultura de incentivar apenas mulheres a realizarem o exame. No entanto, homens também podem desenvolver a doença de maneira muito mais agressiva. Portanto, homens também podem e devem ter este cuidado.

E ao contrário do que muitos pensam, a mamografia não tem apenas a função de diagnosticar o câncer em si, servindo também para identificar lesões mínimas ou mesmo tumores benignos, como acontece no caso da mamografia digital bilateral, o que torna a prevenção e o tratamento mais eficazes.

Qual a diferença entre a mamografia digital e a convencional?

Paciente é submetida a um procedimento de triagem para uma mamografia

A diferença entre os dois tipos de mamografia está basicamente na tecnologia aplicada na qualidade das imagens que impacta diretamente na análise de resultados.

Isso acontece porque, na mamografia digital, o raio-x emite imagens diretamente para o computador. O que possibilita manipulação e verificação mais ampla dessas imagens, facilitando o diagnóstico. 

Além disso, o fato de ser mamografia digital, possibilita a integração dos exames com a telerradiologia. Ou seja, os exames podem ser armazenados e consultados juntamente com os demais dados do paciente a qualquer hora, gerando agilidade em todo o processo de atendimento, diagnóstico e tratamento da paciente e garantindo a segurança de dados.

Confira o que é telerradologia e seus beneficios para centros de imagem.

Ademais, como citado anteriormente, a mamografia digital é mais rápida e menos invasiva, pois exige menos compressão da mama e diminui o desconforto para as pacientes.

Como realizar o exame de mamografia digital?

Na mamografia digital, a paciente coloca suas mamas no aparelho e o técnico realiza uma leve compressão para capturar possíveis irregularidades, rastreando nódulos e cistos.

Vale ressaltar que este não é um exame que necessita grandes preparações. No entanto, pede-se à paciente que evite o uso de hidratantes corporais, talco ou desodorante sobre a mama e as axilas, já que esses produtos podem afetar as imagens capturadas no exame e interferir na qualidade do laudo.

Quais as vantagens da mamografia digital?

Mulher jovem está fazendo um exame de mamografia no hospital com uma médica profissional.

As vantagens da mamografia digital são muitas. Veja a lista abaixo:

Diagnóstico mais preciso

A mamografia digital proporciona um diagnóstico mais preciso e assertivo. Isso é importante porque em casos em que as mamas possuem mais glândulas, a captação do exame precisa ser de maior qualidade. 

Mais tecnologia e recursos

A mamografia digital tem como uma das principais vantagens a maior qualidade das imagens devido a tecnologia aplicada. Com isso, tanto os radiologistas quanto os médicos têm acesso a imagens de maior qualidade e precisão, facilitando a manipulação e a análise de resultados. 

Menor exposição à radiação 

Outra vantagem da edição de imagens na mamografia digital, é a menor necessidade de um grande número de imagens, pois os profissionais conseguem ajustar as imagens de acordo com a necessidade de cada diagnóstico. O que diminui a exposição da paciente aos níveis de radiação presentes durante o exame.

Integração com a telerradiologia

A mamografia digital tem grande facilidade de integração com a telerradiologia e a telemedicina.

Imagens obtidas pelo raio x vão direto para o computador, possibilitando o acesso remoto de médicos e pacientes na hora de avaliar e receber os exames.

Entenda a diferença entre a telerradiologia e a telemedicina, leia esse conteúdo!

Além disso, há o armazenamento em prontuário eletrônico para acompanhamento do histórico do paciente, agilizando o acesso a informações garantindo a segurança de dados e tornando o tratamento mais assertivo.

O que é prontuário eletrônico e por que utilizar? clique aqui!

Quando realizar a mamografia digital?

Paciente é submetida a um procedimento de triagem para um exame

É recomendado que mulheres a partir dos 40 anos de idade façam a mamografia digital de maneira preventiva uma vez ao ano. Por isso, com o intuito de reforçar essa importância, o mês de Outubro já é conhecido mundialmente como um mês marcado por ações afirmativas relacionadas à prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama.

Contudo, mulheres que possuem histórico de câncer de mama em familiares como mães e avós, devem iniciar a prevenção a partir dos 35 anos de idade. Há também outros fatores que são considerados pontos de atenção na hora de se iniciar a prevenção contra o câncer de mama. São eles: 

  • Menstruação tardia;
  • Menopausa precoce;
  • Tratamentos de reposição hormonal;
  • Obesidade;
  • Colesterol alto;
  • Outros tumores.

Entenda melhor o impacto dessa doença em nossa sociedade, acesse os dados fornecidos pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Há contraindicações?

A mamografia possui poucas contraindicações vista a necessidade de sua realização, porém em alguns casos é necessário um maior cuidado ao realizar o exame, não sendo recomendado no seguintes casos:

  • Mulheres até os 25 anos de idade, pois o parênquima mamário ainda está em formação;
  • Gestantes, lactantes e mulheres sob suspeita de gravidez também devem evitar a realização do exame.

No entanto, para os casos em que é necessária avaliação, a ultrassonografia das mamas é uma solução alternativa. Mas vale ressaltar que o ultrassom não substitui a mamografia digital, os dois exames são complementares. 

Percebeu a importância e os inúmeros benefícios que a mamografia pode trazer para sua saúde? Para continuar recebendo nossos conteúdos, inscreva-se abaixo newsletter da VX e fique por dentro!

Compartilhe:

Fale com um especialista e reduza custos do seu hospital.

A VX Medical Innovation oferece laudos de subespecialistas mesmo em locais distantes dos grandes centros urbanos, agilize o diagnóstico com laudos em até 2 horas e reduza os custos operacionais e otimize processos internos. Vamos conversar.
plugins premium WordPress